news

Migrantes, Grandi (UNCHR) em "Paz sin Fronteras": "Agora basta falar sobre portos fechados: respondamos às crises humanitárias e às ansiedades dos europeus"

15 Setembro 2019

#peaceispossibleImmigration

Compartilhar Em

«A relativa facilidade com que o último desembarque de migrantes foi permitido na Itália é um bom presságio: talvez agora o debate público acabe de ser distraído pelos detalhes e consiga concentrar-se nos problemas reais». Filippo Grandi, Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, não menciona directamente os migrantes desembarcados do navio Ocean Viking em Lampedusa, mas a referência é inequívoca. Grandi falou nisso em Madrid durante a sessão de abertura do congresso inter-religioso «Paz sem Fronteiras», organizado pela Arquidiocese da capital espanhola e pela Comunidade de Sant'Egidio. O Alto Comissário do ACNUR pediu aos líderes religiosos e aos políticos de se lembrarem dos 71 milhões de deslocados, «que - ele disse - são um teste, um barómetro para as nossas sociedades». Por este motivo, segundo Grandi, «é preciso concentrar a atenção na cooperação necessária para a solução dos problemas globais que levam as pessoas a migrar, responder às ansiedades dos europeus, manter a estabilidade dos nossos valores com iniciativas concretas de solidariedade, como os corredores humanitários de Sant'Egidio».